Pesquisar

Liliana Sanches | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

Postado em: 28 janeiro , 2021

Compartilhe com:

 

obra%2B03 LILIANA%2BSANCHES Toda%2Bmontanha%2Btem%2Buma%2Bhist%25C3%25B3ria 2020 Liliana Sanches | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

Toda montanha tem uma história
Pintura e desenho sobre tela
30x30cm | 2020
Liliana Sanches (@_lilianasanches_) é artista visual, vive e trabalha em Vitória, ES. Graduada em Artes Plásticas pela UFES – Universidade Federal do Espírito Santo, participou de diversas coletivas, como Fórum da imagem, Galeria Homero Massena, Vitória, ES (2020); 4ª Coletiva Eixo, Galeria Eixo Arte Contemporânea, Niterói, RJ (2020); Fresta – Mostra Audiovisual Experimental, Rio Grande, RS (2020); Colagem pandêmica, Galeria Recorte, São Paulo, SP (2020); Narrativas em Destaque, SESC Glória, Vitória, ES (2019); Desenho: A linha difusa, Curador Fernando Augusto dos Santos Neto,  Casa Porto das Artes Plásticas, Vitória, ES (2019), entre outras. Individuais: Desenho: A linha difusa, Curador Fernando Augusto dos Santos Neto,  MUSA – Museu de Arte da UFPR, Curitiba, PR (2018), entre outras. Individuais: Lugar de Início e Destino,  Galeria Léo Bahia Arte Contemporânea,  Vitória, ES (2020);  Aqui o Ar é Mais Rarefeito,  Galeria Corredor,   Vitória, ES (2016); Oblíquo, Ateliê 904, Vila Velha, ES (2012). Também participou da Residência individual do programa de Imersão em arte do Projeto ENTRE NÓS – OÁ Galeria. Vitória, ES.

Texto da artista sobre os trabalhos:

As três obras aqui apresentadas O dia em que perdemos quase tudo, Toda montanha tem uma história e Um corpo imóvel, inerte fazem parte da série Sempre que Dormimos o Mundo Acaba. Pinturas realizadas no ano de 2020 durante o período de isolamento social.


As obras representam ambientes como paisagens desoladas e oníricas em um mundo distópico criadas e vistas por um olhar feminino. 


Funcionando como uma colagem, repleta de camadas, dimensões e texturas, esses ambientes surgem como vestígios do real, construídos por pistas da memória e pela fantasia. Nos transportamos para esses lugares silenciosos e através do nosso olhar, percorremos os espaços que de alguma forma já habitamos ou visitamos. Neles tudo parece que já foi mas algo está prestes a acontecer. 


Como em um livro, a cada página que passamos, as narrativas nos contam histórias sobre a memória dessas paisagens pois tudo tem uma história: uma cama, os afrescos de uma parede, uma montanha.  Os dois ambientes – interno e externo – existem ao mesmo tempo. Não sabemos onde um começa e o outro termina. 


Em tempos desconcertantes nos encontramos isolados e com poucas perspectivas de futuro. A mulher, muitas vezes em sua solidão materna, é a criadora e a contadora das transformações e histórias do mundo íntimo e doméstico; do peso que sustenta e suporta. Ela é a grande testemunha das mudanças do mundo. 


Assim, na infinitude dessas paisagens realistas porém fantásticas existe o que resta de um mundo: lembranças de um tempo, da passagem humana e dos conflitos entre o amor e a dor. 


Páginas do antes ou depois do fim do mundo.



obra%2B02 LILIANASANCHES Um%2Bcorpo%2Bim%25C3%25B3vel%252C%2Binerte 2020 Liliana Sanches | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online


Um corpo imóvel, inerte
Pintura e desenho sobre tela
30x30cm | 2020
obra%2B01 LILIANA%2BSANCHES O%2Bdia%2Bque%2Bperdemos%2Bquase%2Btudo 2020 Liliana Sanches | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online
O dia em que perdemos quase tudo
Pintura e desenho sobre tela
30x60cm | 2020
DETALHE LILIANA%2BSANCHES OBRA%2B01 o%2Bdia%2Bque%2Bperdemos%2Bquase%2Btudo 2020 Liliana Sanches | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online
O dia em que perdemos quase tudo (detalhe)


FORMAÇÃO

 

2014 – Artista visual graduada em Artes Plásticas pela UFES – Universidade

Federal do Espírito Santo. Vitória, ES.

EXPOSIÇÕES COLETIVAS SELECIONADAS


2011 – IMPRESSÕES/DIÁLOGOS, Galeria de Arte e Pesquisa – GAP/UFES, Universidade federal do Espírito Santo, Vitória, ES.

2012 – GRAVURA/ES,  MAES, Museu de Arte do Espírito Santo, Vitória, ES.

2012 – SP/Estampa, Galeria Gravura Brasileira, São Paulo, SP.

2012 – Rebarbas, Galeria de Arte e PesquisaGAP/UFES, Universidade   Federal

do espírito Santo, Vitória, ES.

2014 – INTERCAMBIO GRÁFICO MÉXICO-BRASIL, entre TallerlaTómbola, UABC Tijuana, UABC Campus Ensenada, UABC Mexicali, Univasf e UFES – Escuela Bancaria Comercial de Toluca, Col. Zona Industrial Toluca, México.

2014 – P.A. Encontro de Gravadores e Impressores, Junta Freguesia do Bonfim, Portugal.

2016 – Pontes, Galeria Ana Terra, Vitória, ES.

2017 – Cadáver Exdruxulo. Curador  Fernando Gómez Alvarez, Casa Porto das

Artes Plásticas, Vitória, ES.

2017 – Exposición Internacional GraficaActual– México, Brasil, Japón – México.

2018 – Desenho: A linha difusa, Curador Fernando Augusto dos Santos Neto,  MUSA – Museu de Arte da UFPR, Curitiba, PR.

2019 – Desenho: A linha difusa, Curador Fernando Augusto dos Santos Neto,  Casa Porto das Artes Plásticas, Vitória, ES.

2019 – Narrativas em Destaque, SESC Glória, Vitória, ES.          

2020 – Colagem pandêmica, Galeria Recorte, São Paulo, SP.

2020 – Fresta – Mostra Audiovisual Experimental, Rio Grande, RS.

2020 – 4ª Coletiva Eixo, Galeria Eixo Arte Contemporânea, Niterói, RJ.

2020 – Fórum da imagem, Galeria Homero Massena, Vitória, ES.


EXPOSIÕES INDIVIDUAIS


2012 – Oblíquo, Ateliê 904, Vila Velha, ES.
2016 – Aqui o Ar é Mais Rarefeito,  Galeria Corredor,   Vitória, ES.

2019 – Lugar de Início e Destino,  Galeria Léo Bahia Arte Contemporânea,  Vitória, ES.


PRÊMIOS E PUBLICAÇÕES

 

2017 – Artista contemplada pelo Edital 016/2017 – Projetos Culturais Setoriais de Artes Visuais. Projeto de publicação do livro artístico/ literatura visual LUGAR DE INÍCIO E DESTINO. SECULT — Funcultura. Vitória, ES.

2019 – SANCHES, LILIANA. Lugar de Início e Destino. Literatura visual.  64 páginas. Vitória, ES.


RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS

 

2019 – Residência individual do programa de Imersão em arte do Projeto ENTRE NÓS – OÁ Galeria. Vitória, ES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

OUTROS POSTS

CORAL DO IBEU na cerimônia de abertura da exposição “Caminhos da Independência”, realizada pela Fundação Biblioteca Nacional

Criado em 1962, o Coral do Instituto Brasil-Estados Unidos, IBEU, tem como objetivo desenvolver a percepção e a habilidade musical de seus integrantes, bem como...
31 outubro, 2022

Catálogo – 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

A 1ªedição do Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online foi lançada com o objetivo divulgar a produção contemporânea de arte brasileira realizada em 2020,...
20 abril, 2021

Vicente Brasileiro | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

Até onde a vista não alcança Fotografias digitais em papel Hahnemühle 50x37cm | (2020) Vicente Brasileiro (@brasileirovicente) é artista visual, vive e trabalha em São...
22 fevereiro, 2021

Thomaz Meanda | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

Morte residual Tríptico – Lápis dermatográfico s/ papel brilhante 60x146cm (2020) Thomaz G. Meanda (@thomazgmeanda), paulista, vive atualmente na capital de São Paulo, atua nas...
22 fevereiro, 2021

Sandra Gonçalves | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

  Pandemia 1 – Série Limbo Fotografia Digital s/ papel algodão | 100x100cm (2020) Sandra Maria Lúcia Pereira Gonçalves (@@sandragoncalves) nasceu no Rio de Janeiro...
18 fevereiro, 2021

Rodrigo Westin | Artista participante do 1º Salão de Artes Visuais Galeria Ibeu Online

  Mais uma, menos uma. Série Vazios da quarentena Técnica mista sobre tela | 20x30cm. (2020) Rodrigo Westin (@rodrigowestin) é Doutorando em Artes Visuais –...
18 fevereiro, 2021

Teste seu Inglês grátis

O IBEU te ajuda a saber e a traçar o melhor
caminho para o aprendizado

Teste seu
Inglês grátis

O IBEU te ajuda a saber e a traçar o melhor caminho para o aprendizado